EGO  DOCENS  INVENIO


               Ao Padre Oswaldo Chaves 

Sendo o sonho possível, já faz tempo
fui professor antigo dos romanços
nas manhãs claras de etimologias
deitando os olhos no átrio do colégio.
No silencio das provas bimestrais
vi desfilarem os casais de antanho
segredando sintagmas ancestrais.
E enquanto a turma se desvencilhava
das lições aprendidas por capricho
eu lia no jardim as efemérides
da língua sussurrada entre as roseiras
só regadas de tempo e devaneio.
Flores cujo perfume um colibri
transporta-me de então até o instante
de sonhos inventados quando outrora
eu fui um professor sonhando agora
as manhãs nesses átrios e jardins.