CARCASSONE


La Cité... Escutaram estes muros
fundos suspiros, longos padeceres
a um tempo de invasões e de esconjuros
um tempo, Carcassone, de sofreres
pelos teus filhos cátaros mais puros
mortos pelos dogmáticos poderes
oriundos de cânones obscuros
e da ganância de sórdidos seres.
Mas Carcassone também vive agora
seus invernos à margem do Aude antigo
sem esquecer esse passado, embora.
Um vinho tinto elevarei contigo
à lua cheia, a única senhora
a compartir este louvor comigo.