CÔDEA DO TEMPO MEMORANDO

Um instante sugere a direção
de todos os sentidos, sempre quando
viajo às luzes que ao meu coração
chegam velozes, todas se juntando
a outras luzes, em vasto turbilhão
a invadir o espaço venerando
do território cósmico-aldeão.
As estrelas se vão multiplicado
no céu de outrora e suas noites vão
trazendo os dias em que estão cantando
os passarinhos, mística oração.
Os meus sentidos, sob o seu comando
à aldeia regressam e me dão
esta côdea do tempo memorando.