PÉRIPLO DANTESCO


Indo a meio caminho de uma vida
extraviei-me numa selva escura
quando a correta via era esquecida
e a memória presente era a aventura.
Vaguei sobre o cascalho, a pedra dura
alheio à estrada clara, oferecida
a quem dela fizesse a arquitetura
de jornada serena empreendida.
Hoje custa lembrar o desvario
das vias transversais por onde andei
e onde por muito pouco, por um fio
não me sumi e a tudo dispersei.
A mão que me tocou meu peito abriu
e do Amor me ensinou a doce lei.